sexta-feira, 7 de março de 2008

Ei não esqueça de deixar um comentário...




Nossas letras são assim...

Procedimentos para conhecer o traçado dos caracteres do alfabeto
Depois de proporcionar várias situações de convivência com as letras, nas quais as crianças possam sentir, através do tato, as suas variadas formas e montar com elas algumas palavras como, por exemplo, seus nomes, o professor pode propor um trabalho mais formal de aprendizagem, com vistas ao domínio das formas gráficas das letras, para que o alfabetizando se aproprie definitivamente do alfabeto - chave para a utilização do código lingüístico, na escrita.


Esse apropriar-se do alfabeto tem um sentido muito amplo que objetiva:• identificar a letra, seu nome e sua forma;• comparar as letras para estabelecer as relações de semelhanças e diferenças entre elas, sob o ponto de vista da forma gráfica e, posteriormente, dos sons;• classificar as letras segundo as formas que elas apresentam.
Compete ao professor oportunizar situações que venham a facilitar o alcance destes objetivos e a conseqüente construção de estruturas mentais que favoreçam o desenvolvimento de habilidades e sirvam de suporte à aprendizagem da leitura e da escrita.


Para facilitar essas construções, cabe ao professor chamar a atenção para os tipos de traços que formam cada letra, auxiliando os alunos para que possam nomeá-los e classificá-los, incentivando-os a criarem uma nomenclatura que identifique cada traçado.


Por exemplo:• letras com traços de pé;• letras com traços deitados;• letras com traços inclinados;• letras com curvas;• letras com pontas etc.É conveniente que o professor use o vocabulário que surgir das crianças, adequando-o, se necessário.As denominações e conseqüentes classificações vão sendo feitas pelas crianças com o auxílio do professor.
Material utilizado:As crianças poderão trabalhar com alfabetos de plástico, madeira ou papelão.
Os alfabetos de papelão podem ser confeccionados pelo professor, utilizando caixas de sapatos ou outras encontradas em supermercados.
É preciso tomar cuidado na confecção de cada uma das letras, para que elas estejam corretamente traçadas. Além disso, é necessário que a face correta da letra seja identificada através de um colorido.
Esse colorido pode ser feito pelo professor juntamente com os alunos.
A atividade de colorir o lado correto da letra constitui-se num contato próximo, quase íntimo com ela.
O colorido, por sua vez, vai permitir que o aluno identifique o lado correto ao manusear a letra e não o inverso e, conseqüentemente, fixe sua forma correta.


Procedimento em aula:Com os alunos dispostos em grupos, para que possam trocar opiniões, manuseando e comparando as letras, o professor vai lançando perguntas, questionando-os, fazendo com que eles se manifestem e estabeleçam conclusões a respeito dos tipos de traços que formam cada letra.


Exemplo: - Vamos observar a letra A? Ela tem:- traços de pé?- traços deitados?- traços inclinados? - curvas? - pontas? - como ela se apresenta?


Para registrar essas observações e para que as letras fiquem classificadas de forma organizada, o professor pode propor a elaboração de um livrinho, que terá tantas páginas quantas forem as classificações encontradas pelas crianças.

Uma folha mimeografada ou xerocada dá para 4 páginas do livro.
EXEMPLO:Letras com traços deitadosA E F...Letras com curvasC D G...Letras com traços de péB D E F H l L...Letras com pontasA M N...


Cada página do livro é feita da seguinte maneira: o professor entrega, por exemplo, a folhinha com o título Letras com traços de pé. As crianças observam todas as letras, em ordem alfabética, e vão selecionando as que têm traços de pé.


Os grupos comparam quais as letras que foram selecionadas e que, portanto, pertencem a esta classificação. Se houver alguma divergência, o professor pode propor que todos juntos analisem a situação até que se chegue a um consenso.Cada um escreve as letras selecionadas na sua folhinha.


O trabalho prossegue, enquanto houver interesse por parte dos alunos. O professor pode combinar com eles que se elabore duas páginas por dia até montar o livrinho.


Não se pode esquecer de inventar um título para o livrinho que pode ser: Nosso Alfabeto ou Estudo das Nossas Letras ou Nossas Letras São Assim e colocá-lo na capa que pode ser ilustrada com uma técnica artística interessante.

5 comentários:

luzia disse...

MUITO RICA SUAS ATIVIDADES, ME AJUDOU MUITO OBRIGADA ...BJS

Fazendo Arte disse...

Adorei suas atividades!!
beijos...

Fazendo Arte disse...

Adoro seu blog.. esta de parabéns!!
beijinhos!!!!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Déia disse...

Obrigado meninas...precisando iquem a vontade..bjinhos...